Coisas Boas em Alta
Lugares em Alta

Piscina Oceânica de Oeiras

Por norma gosto da “coisa pública”, e é de uma delas que vos vou hoje falar.

Inaugurada a época, no dia 28 de Maio, resolvi visitar a Piscina Oceânica de Oeiras, situada junto à Marina, em Oeiras e gerida pela Câmara Municipal de Oeiras.

Esta piscina é uma das maiores piscinas de água salgada do país, e provavelmente a que tem a melhor vista para se desfrutar quando estamos deitados ao Sol.

Com vista sobre o Farol do Bugio, e sobre a margem sul, conseguimos ver toda a extensão de praias, desde a Cova do Vapor, até ao Cabo Espichel, e mesmo ao pé a barra de Lisboa.

Com o calor que se fez sentir na passada quinta-feira na região de Lisboa, resolvi ver com os meus próprios olhos a recém-criada e inaugurada zona VIP, da piscina.

Com uma entrada muito agradável, o que não é nada agradável e termos de mostrar o que levamos na mochila, presumo que para “defender” o concessionário do Bar desta piscina. Já que não é permitido levar nada para comer, nem beber, dentro das instalações, a não ser que seja fornecido pelo concessionário.

Depois da “revista”, somos convidados a passar sobre um tanque com água, para passarmos os pés por água. Não consigo perceber a utilidade “da coisa”, já que devemos tomar um duche antes de nos banharmos. Enfim…

Depois de colocada a pulseirinha que nos dá acesso à zona VIP, somos conduzidos a essa zona por (neste caso) um simpático elemento do staff, que nos convida a escolher o lugar onde queremos ficar, e que tipo de comodidades queremos, cadeiras (com 5 posições) e espreguiçadeiras. 

Esta chamada Zona VIP, fica em anfiteatro com cerca de 4 andares, onde se espalham cadeiras e espreguiçadeiras, todas de mesma cor e com um deck renovado e pintado de fresco, o que lhe dá um certo ar requintado.

Depois de nos instalarmos (o vosso escriba escolheu as espreguiçadeiras) foi-nos perguntado se queríamos um chapéu-de-sol. Depois da resposta afirmativa, lá veio o simpático e diligente membro do staff, instalar um mesmo ao pé da espreguiçadeira. Mas a sipatia e eficiência não ficou por aqui…

Dois minutos depois de instalados, vieram perguntar-nos se fumávamos e se desejávamos um cinzeiro!? Ainda o cinzeiro não tinha chegado e já nos tinham deixado a lista do Bar, para que pudéssemos beber ou comer qualquer coisa entre banhos.

Quanto à piscina, propriamente dita, tinha cerca de seis nadadores-salvadores, em vigia nos seus postos, embora nunca tenha visto mais de 3 ou 4 pessoas dentro de água ao mesmo tempo. 

Para além disso andam sempre membros de staff e segurança a fazer rondas, a ver se está tudo tranquilo. Senti-me muito bem, muito seguro, e sobretudo muito bem tratado.

Apenas dois reparos a fazer (como não podia deixar ser…). O primeiro tem a ver com as casas-de-banho que já mereciam uma renovação, embora imaculadamente limpas, por um elemento que me pareceu em permanência no local, já que as mesmas apresentam canos enferrujados e instalações sanitárias muito usadas.

O outro reparo terá a ver com a manutenção, já que as escadas das piscinas, pelo menos as que experimentei estão ligeiramente soltas, ou pelo menos não estão bem fixas, o que a pessoas com mais de 60 kg como eu…(quem me conhece, não vale rir!) causa alguma sensação de insegurança.

Recomendo um dia (ou meio) bem passado nesta piscina, já que pode ir de manhã ou de tarde, com um custo por adulto de 7,10€ ou se preferir a Zona VIP 15€.

Bons banhos!

E aproveitem as boas instalações públicas!

Parabéns, Câmara Municipal de Oeiras.

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x