Coisas Boas em Alta
  • Entrevistas em Alta

    Etikway uma marca sustentável

    Descobrimos uma marca que olha para o meio ambiente de uma forma consciente. Imagina, usar uma sapatinhas feitas de lixo de maçã? A Etikway tem esse principio! Decidimos convidar Lucie Gomes para uma conversa animada. É uma empreendedora luso-francesa e fundadora da Etikway, uma incubadora de designers de moda e beleza sustentáveis que partilham a missão de reduzir a sua pegada ecológica. Como foi que foi parar em França?  Fui com os meus pais quando decidiram emigrar para França nos anos 70.Como decidiu voltar?  Voltei para Portugal para tomar conta do meu pai viúvo. O que é a Etikway?  A Etikway é uma startup incubadora de designers dedicados à moda sustentável. Aliado a isso, é ainda uma associação sem fins lucrativos, que serve para apoiar pessoas e projetos sustentáveis ucranianos. Como surgiu?  A ideia surgiu em 2013, logo após o acidente na Rana Plazza no Bangladesh, que culminou na morte de 1500 pessoas, quando…

  • Entrevistas em Alta

    João Pedro Vala, Grande Turismo

    Com um ótimo sentido de humor e um verdadeiro talento para a escrita, fomos conhecer João Pedro Vala. Licenciou-se em Gestão, mas um dia sentiu o apelo das letras e mudou de rumo!  Começou por fazer critica literária, acabando por se aventurar na escrita. Agora chega ao mercado com Grande Turismo, o seu primeiro livro, motivo mais que suficiente para uma conversa descontraída. Como foi que decidiu que a escrita era o seu caminho?  Decidi escrever quando percebi que uma tremenda e indesculpável falta de jeito para os assuntos práticos do mundo me impedia de participar activamente neste, pelo que me restava apenas a alternativa de o observar melancolicamente ao longe. No fundo, acho que escrevo pelo mesmo motivo que gosto de ver futebol: não me deixam entrar em campo. Foi fácil deixar a gestão?  Sim, mas apenas porque percebi que o mercado para gestores medíocres em Portugal estava já bastante saturado.…

  • Entrevistas em Alta

    Patrícia Müller a Rainha e a Bastarda

    Foi num dia de sorte para mim que conheci a jornalista Patrícia Müller. Em 2002 decidiu começar a escrever, agora edita um segundo livro, um romance histórico “A Rainha e a Bastarda“. A energia da Patrícia é maravilhosa, deu-me a sensação que podíamos ser amigos. Com um sorriso generoso, fomos conversando de mil e uma coisas até que chegámos ao seu grande talento! Escrever:  Com foi que teve consciência que a escrita podia ser um caminho?  Desde que comecei a ler. Foi uma descoberta extraordinária, perceber que aquilo que eu pensava – o que me atormentava, o que me alegrava – outras pessoas também pensavam e, melhor: conseguiam explicar o que eu sentia e não sabia verbalizar. E fazê-lo através de metáforas que são histórias é uma forma belíssima de tirar algum sentido da vida. Como define o seu estilo de escrita?  Acho que não tenho. Interessam-me assuntos e reflexões. Não gostaria…

  • Entrevistas em Alta

    5 e meio a cerveja da Ericeira

    Foi num dia quente que decidimos ir conhecer uma marca de cerveja portuguesa sediada na Ericeira1 A 5 e Meio nasceu e aproveitou a onda da cerveja artesanal para crescer! Foi com um generoso sorriso que Teófilo Oliveira recebeu a equipa do coisas boas em alta: Como foi que a marca nasceu?Nasceu de uma brincadeira entre amigos, pelo gosto que tinhamos em beber cerveja e pela curiosidade em perceber como se fazia. Porque batizaram a marca com 5 e meio?Foi o teor alcoólico da primeira produção, ou seja 5,5%, ou pelo menos foi esse o número que as nossas contas demonstraram. Na Ericeira havia a tradição da cerveja artesanal?Tradição, não propriamente. Existiam espaços com cervejas produzidas fora e que muitas vezes comercializam o produto mas não como “prato principal”.. Qual é o vosso portefólio?  Temos 4 linhas de cerveja: 1. Cerveja artesanal – uma blonde ale, uma stout com pão saloio…

  • Entrevistas em Alta

    Vegetariano nas Quatro Estações de Ana Isabel Monteiro

    Ana Isabel Monteiro é uma mulher com uma energia contagiante. Nutricionista, autora do blogue Laranja Lima e agora lança um livro dedicado a quem quer começar a dar os primeiros passos na comida vegetariana! De sorriso aberto, foi numa tarde de sol que conversamos: Como foi que as questões alimentares despertaram interesse na sua vida?  Desde pequena que pratico desporto. Passei pela ginástica, trampolins, natação e voleibol, por isso naturalmente que a alimentação andou sempre em paralelo com o desporto. Mas o grande interesse surgiu quando a minha mãe aumentou bastante o peso por causa de uma medicação e procurou uma nutricionista. Eu vi o bem que lhe fez física e psicologicamente, e também gostava de poder impactar de forma assim positiva as pessoas. Como foi que se tornou vegetariana?  Foi em 2018, quando adotámos a Lima. Fez-me confusão educar uma cadelinha e comer outros animais. O que podemos ver…

  • Entrevistas em Alta

    Marta Moura – Mamãs Fit

    Não há dúvida que a pratica desportiva é muito importante para uma vida saudável!  Será que uma mulher grávida deve fazer exercício?  Será prejudicial aos bebés?  Marta Moura já com 3 filhos e Personal Trainner decidiu partilha toda a sua vivência num livro “Mamãs Fit”  Foi numa tarde agradável de sol que conversámos com a Marta . Como foi que decidiu que o seu caminho era com PT?  A minha família e eu achávamos que eu iria ser uma grande economista, área na qual sou licenciada. No entanto, o gosto pelo fitness já vinha desde os 12 anos e quando percebi que poderia ajudar pessoas a sentirem-se bem na sua própria pele e fazer disso profissão, não olhei mais para trás. O mercado esta cheio de PTs como foi que consegui se destacar neste mundo?  Por norma, quem trabalha nesta área é mesmo por amor ao que faz. Eu sinto que me destaquei a partir do…

  • Entrevistas em Alta

    Benedita Figueiredo autora do livro Obesidade Nunca Mais

    Benedita Figueiredo, é uma verdadeira guerreira!   Perdeu 30 quilos, era obesa. Essa sua experiência foi tão intensa que teve vontade de a partilhar, decidiu escrever um livro que é um verdadeiro manual para a vida saudável. Obesidade Nunca Mais Motivo para uma agradável conversa:  Como era a sua vida antes de começar a perder peso?  A minha vida antes de começar a querer perder peso era uma vida absolutamente normal. Após a primeira dieta restritiva aos 18 anos é que a vida começou a ser bem diferente. Como era a sua autoestima?  A minha autoestima sempre foi boa, era uma pessoa muito divertida e confiante. Quando decidi perder peso é que comecei a ficar com a autoestima destruída. Comecei a dar valor ao que na verdade não interessa, ao físico. Não pensava na saúde. Como não pensava na saúde, não valorizava as minhas conquistas. Por esta razão digo que obesidade…

  • Entrevistas em Alta

    O vinho Cortes do Reguengo

    O nosso site tem vindo a dar a conhecer o que de melhor se faz em Portugal. Hoje vamos conhecer o vinho Cortes do Reguengo. Classe de um produto feito nas margens do Douro, para nos dar a conhecer conversámos com diretor do projeto Joaquim Cândido da Silva, um profundo apaixonado pelos vinhos da região! Onde fica a propriedade?  A Quinta do Reguengo fica na sub-região do Douro Superior, na margem esquerda do rio Douro, no Pocinho, Vila Nova de Foz Côa. Esta propriedade está inserida na falha tectónica da Vilariça, onde os solos argiloxistosos com afloramentos graníticos se aliam a um microclima único, criando um ecossistema natural para a produção de vinhos complexos e equilibrados. Como chega à Família Cardoso? A Família Cardoso tem vindo a adquirir, nos últimos anos, propriedades de olival e vinha. Há muito que a Quinta do Reguengo, que pertenceu à Rainha D. Amélia, e de…

  • Entrevistas em Alta

    Cerveja Nortada, a cerveja do Porto

    Estão na moda, as cervejas artesanais estão a ocupar um lugar muito importante no consumo dos portugueses.  Conseguindo mesclar uma seérie de paladares diferentes!  Tal como o vinho, já há um culto da cerveja em Portugal!  Hoje vamos viajar até ao Norte para conhecer a Cerveja Nortada.  Uma conversa agradável rodeada de copos com Rui Pedro Pimenta Brand Manager da Cerveja Nortada  Como foi que nasceu a Cerveja nortada?  A Nortada nasceu pela visão do atual CEO, Pedro Mota, e do seu sócio. Inspirados pelo mercado cervejeiro internacional, que tem uma oferta muito superior ao que se verificava em Portugal e que dava sinais de que o fenómeno iria chegar a esta ponta da Europa, avançaram para a criação de uma marca de cerveja artesanal com um projeto localizado mesmo no centro da cidade do Porto. Porque escolheram o nome Nortada?  Naturalmente pela ligação imediata à nossa origem, o Porto e Norte de Portugal mas,…