Coisas Boas em Alta
Histórias em Alta

Franz Kafka

Nasceu a 3 de Julho de 1883, na República Tcheca.

Foi um escritor de língua alemã e um autor de romances e contos, reconhecido como um dos escritores mais influentes do século XX.

Franz Kafka é conhecido pelo estilo de escrita, e temas de brutalidade física e psicológica. 

Nas suas obras estão quase sempre presentes conflitos entre pais e filhos. 

Em português, o autor ficou conhecido pelo termo “kafkiano”, o qual remete a algo complicado, labiríntico e surreal, como as situações que estão nas suas obras. 

Infelizmente, o autor não publicou muitos livros. Não terminou nenhum dos seus romances e queimou cerca de 90% da sua obra literária, 

O seu livro mais conhecido é O Processo.

Uma  notável crítica direta ao sistema judiciário da épica. 

Na época e no local onde viveu Franz Kafka imperava um Estado autoritário,  primeiro a Checoslováquia e depois o Império Austro-húngaro onde houve constantes lutas pelo poder e o ambiente da Primeira Guerra Mundial proporcionava ações arbitrárias pelas autoridades. 

Mas há uma pequena história deste homem que é comovente e mostra o outro lado de um autor que escreve o Processo e outros livros tão pesados.

Aos 40 anos Franz Kafka, que nunca se casou e não teve filhos, atravessou o parque em Berlim quando conheceu uma menina que estava a chorar porque tinha perdido a sua boneca favorita.

Ela e Kafka procuraram a boneca sem sucesso.

No dia seguinte, também não a encontraram e Kafka deu à menina uma carta ′′escrita′′ pela boneca dizendo:

′′Por favor, não chores. E mais ainda, fiz uma viagem para ver o mundo. Vou escrever-te sobre as minhas aventuras.”

Assim começou uma história que continuou até o fim da vida de Kafka.

Durante os encontros deles, Kafka leu as cartas da boneca cuidadosamente escritas com aventuras e conversas que a menina achou adoráveis.

Finalmente, Kafka trouxe-lhe  uma nova boneca:
′′Não parece nada com a minha boneca,” disse a menina.
Kafka entregou-lhe outra carta em que a boneca escreveu: ′′As minhas viagens mudaram-me.”

A menina abraçou a nova boneca e trouxe-a feliz para casa.

Um ano depois Kafka morreu.

Muitos anos depois, a menina agora adulta encontrou uma carta dentro da boneca.

Na letra minúscula assinada por Kafka estava escrito:

′′Tudo o que você ama provavelmente será perdido, mas no final, o amor retornará de outra forma.” 

Que tal amigos? Uma história de encantar.

Subscreva
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x