Coisas Boas em Alta
Produtos em Alta

Matrioskas

Visitei Moscovo e São Petersburgo em turismo e devo dizer que gostei de ver os palácios e monumentos cheios de ouro e até me parecia que estava noutro planeta. 

Tudo muito exuberante. Mas confesso que os contactos que tive com as pessoas russas foi de fugir.

Agressivos, dominadores e sem qualquer respeito pelas mulheres.

Deve ter sido azar o meu,  porque deve haver russos simpáticos e amáveis.

Não gostei da viagem e nunca voltaria.

Não havia nada interessante para comprar e eu resolvi comprei uma garrafa de vodca e umas matrioskas, as bonitas bonecas. 

Elas são tradicionalmente feitas de madeira e em formato cilíndrico.

As feições e características das bonecas são detalhadas através da pintura manual.

Também conhecida como “boneca russa”, a matrioska é caracterizada por reunir uma série de bonecas de tamanhos variados que são colocadas uma dentro das outras.

Por norma, as matrioskas podem abrigar entre 6 e 7 bonecas de diferentes tamanhos, sendo que a menor fica no interior de todas e, ao contrário das outras, não possui uma abertura na sua estrutura.

Mas disseram que há conjuntos de 100 bonecas. 

Originalmente, as matrioskas surgiram no Japão, mas acabaram por ser incorporadas à cultura russa. Aliás, o nome “matriohska” foi escolhido como uma tentativa de adaptar a boneca originalmente japonesa à cultura russa, sendo que durante o final do século XIX a maioria das meninas russas se chamavam Matriona.

Atualmente, as matrioskas representam um dos principais objetos artesanais da cultura russa.

A importância das bonecas russas é tão grande que em 2001 foi inaugurado o Museu da Matrioska, em Moscovo.

Eu tinha as minhas Matrioskas expostas na sala.

Em protesto com a Rússia as minhas bonecas foram remetidas para o fundo do baú! 

Subscreva
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x