Coisas Boas em Alta
Histórias em Alta

O Padroeiro de Lisboa

Hoje dia 22 de Janeiro, celebra-se São Vicente, mártir cristão e santo padroeiro de Lisboa, cuja lenda inspira o brasão da Cidade.

É  representado por uma estátua em pedra, da autoria de Raul Xavier, e segura a barca, símbolo de Lisboa.

Originalmente Vicente de Saragoça foi um santo mártir do início do séc. IV, tendo sido vítima das perseguições de Diocleciano.


A lenda diz que o seu corpo terá sido depositado no cabo de São Vicente, e que, em 1173 o primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques, terá ordenado que as relíquias de São Vicente viessem numa barca até Lisboa.


Durante a viagem, a barca foi sempre acompanhada por dois corvos, facto que ainda hoje se encontra representado no brasão da cidade de Lisboa.


Para colocar as relíquias, D. Afonso Henriques ordenou a construção de uma pequena igreja dedicada a S. Vicente, que passou a ser conhecida como S. Vicente de Fora, uma vez que se situava fora da antiga cerca de Lisboa.


Em 1582, a antiga igreja começou a dar lugar ao imponente mosteiro que hoje existe e que foi inaugurado em 1629, tendo sido ocupado por monges da ordem de Santo Agostinho.


Com a extinção das ordens religiosas em 1834, o mosteiro de S. Vicente de Fora veio a servir de paço episcopal. No antigo refeitório do mosteiro foi instalado o panteão real da casa de Bragança que contém os túmulos dos reis da IV Dinastia.


Em S. Vicente de Fora também existe o panteão dos patriarcas de Lisboa. Vão dar um passeio, está sol e visitem a estátua do padroeiro de Lisboa.

Subscreva
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x