Coisas Boas em Alta
Entretenimento em Alta

Woodstock de 1999

Em 1999 fazia as manhãs da antena 3 e a rádio era a responsável pela transmissão deste épico evento!

Um cartaz de luxo com as bandas mais importantes da época.

A ideia era recordar a génese do primeiro festival, 30 anos depois-

“Paz e amor” era o lema de 1969, em 1999 tudo foi diferente!

O escândalo da edição de 1999 chegou agora em documentário à plataforma Netflix.

Os ecos do escândalo não chegaram a Portugal.

Sou profissional de comunicação e não me lembro de ter ouvido nada sobre o que aconteceu durante aqueles dias.

Foi com surpresa que vi este documentário.

Tudo correu mal, violência foi a palavra de ordem!

A série documental de três episódios conta com entrevistas a vários dos intervenientes do festival.

O cartaz do festival de quatro dias teve nomes como Limp Bizkit, Rage Against The Machine, George Clinton, Jamiroquai, James Brown, Clown Posse, Sevendust, DMX, Sheryl Crow e The Tragically Hip.

Só por si este cartaz não justifica a agitação e violência.

A série começa com imagens do recinto no final do festival, são impressionantes, parece um território em guerra.

A sujidade é imensa.

A produção desta série esta muito bem feita, mostrando uma sociedade capitalista podre, onde uma garrafa de água custa 4€ e uma fatia de pizza 7€.

Para quem gosta de festivais não deve perder este documentário Fiasco total Woodstock 99

Subscreva
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x