Coisas Boas em Alta
Produtos em Alta

A cereja no topo do bolo – Quinta do Limite

Fui a caminho do Fundão, mas não entrei na cidade porque a ideia era outra.

Fazer um programa diferente, que começou com uma rica experiência.

Entramos pela Quinta do Limite adentro e aí há terreno e mais terreno plantados.

Localiza-se no coração da Cova da Beira entre o Fundão , Covilhã e Belmonte.

Produzem cerejas há mais de 30 anos. 

Resolveram iniciar há alguns anos visitas guiadas com a tradicional “apanha da cereja” e tem sido um sucesso.

Ouvimos uma explicação dos proprietários que nos informaram que por época colhem 40 toneladas e que 90% vai a caminho do Algarve.

Receberam-nos vestidos com tshirts com cerejas e o que foi engraçado pois até o bebe estava com um chapéu enfeitado com elas. 

Deram-nos uma caixa de plástico e lá fomos apanhar cerejas.

As árvores não são muito altas e estão carregadas de cerejas.

Fazem sombra e são bonitas.

Apenas temos de ter o cuidado de escolher as que estão intactas e duras.

Ali no cerejal havia 10 qualidades diferentes de cerejas mas sinceramente não notei a diferença no paladar.

Vai-se apanhando e comendo.

Mas cuidado.

As cerejas estão quentes e são uma perdição e o que aconteceu não estava no programa.

As cerejas deram a  volta ao estômago de muitos de nós.

A tentação de comer e muita e houve exageros.

Temos de nos lembrar que não há ao lado uma casa de banho por isso fica o conselho.

Comer com moderação.

Na propriedade há também um saboroso licor artesanal e caseiro que todos compraram.

Durante uma manhã transformamo-nos em apanhadores de cereja e foi uma bela experiência.

A Quinta do Limite está a vossa espera.

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x