Coisas Boas em Alta
Lugares em Alta

Casas Dona Vitória

Há sítios e sítios.

Depois há aquele sítio, onde fomos estupidamente felizes.

Aquele onde dizem que nunca se deve voltar.

Errado.

À boa maneira portuguesa gostamos de comparar tudo o que é nosso com o que existe fora.

O Burgau não é exceção quando o classificam como a Santorini portuguesa.

Deixem lá isso.

Santa semi-clandestinidade que o preserva assim: simples, genuíno e acolhedor, como nos tempos da Dona Vitória. Mulher de armas, empreendedora, cuja história vale a pena conhecer pela boca da neta Cláudia que recuperou o casario da avó transformando-o num sítio mágico à beira-mar. 

Das Casas Dona Vitória, ouvimos a água a cair no antigo tanque de lavar a roupa, agora com peixes vermelhos, vemos as colinas pintadas de branco que nos abraçam e o infinito mar esmeralda em frente. 

A praia branca entra-nos pelos  olhos e, pelos ouvidos, a corneta do OlhaaBolinha a anunciar o momento alto do dia, no areal.  Nas traseiras da carrinha ergue-se um autêntico muro de Berlim recheado de creme dourado, à frente do qual se alinha uma fila de felicidade.

Volta-se para a toalha com a boca cheia de açúcar, sem culpas, e colocamos os óculos de mergulho para ver, mais uma vez, as dezenas de peixes despreocupados que vivem nas rochas caídas no mar.

Da praia vemos o casario da Dona Vitória e apetece-nos voltar, descalços, salgados, para o pátio em frente ao mar e ver o Sol desaparecer atrás das rochas.  E agradecer.

À vida, à Dona Vitória e à Cláudia.

Subscreva
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gloriamelro.
Gloriamelro.
10 meses atrás

Verdade terra maravilhosa,mágica.
Aqui nasci e aqui voltei para passar o resto dos meus dias, seja verão seja inverno é maravilhoso .h

1
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x