Coisas Boas em Alta
Entretenimento em Alta

Vida Inversa

Há cada surpresa.

Fui assistir a peça do Teatro Meridional com um texto de teatro do absurdo, no sentido da aparente falta de sentido das palavras pronunciadas pelos actores.

Quando começa a ação a minha atenção virou-se para um actor, que logo me surpreendeu pela positiva.

Sempre pensei,  e ele que me desculpe, que fosse mais um actor das novelas, bonitão e pouco mais.

Será preconceito? 

Fiquei pasmada com o talento deste actor.

Sei que a direção de actores, não brinca em serviço mas este papel é representado brilhantemente.

Renato Godinho quando aparece tudo brilha.

A sua figura, nada simpática, a sua postura com a falta de um braço, compõe um personagem que não gostamos!

Até o seu andar, tudo ele faz bem.

Vou acompanhar o seu percurso atentamente.

O texto é do José Luis Peixoto que escreve bem e toda a ação decorre na Roménia, país de origem do Nobel da Literatura Eugene Ionesco, cuja obra constitui um dos expoentes do género de teatro do absurdo.

A tecnologia, aliada às circunstâncias do tempo presente, leva-nos a pensar no perigo dela e não consegui deixar de rir com o vídeo projectado quando há uma chamada de face time que muito de nós nos revemos . 

Muito bom momento de teatro!

Que nunca nos falte a oportunidade de irmos até ao Teatro Meridional lá para as bandas da Rua do Açúcar!

Fica em cena até 16 de Abril!

Subscreva
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x