Coisas Boas em Alta
Produtos em Alta

Criptomoedas

Que raio é isso?

Muito receio e muita pouca informação deixa-me desconfiada.

Genericamente uma criptomoeda é um tipo de dinheiro, tal  como outras moedas com as quais convivemos todos os dias, com a diferença de ser totalmente digital.

 Além disso, ela não é emitida por nenhum governo.

Mas isso é possível?

Para explicar que sim, Fernando Ulrich, notável economista formado na Áustria e especialista de criptomoedas no Brasil é o autor  do livro “Bitcoin: A moeda na era digital”.

No livro para leigos como eu, gostei da analogia bem simples que ele faz: “O que o e-mail fez com a informação, o Bitcoin fará com o dinheiro”.

Antes da internet, as pessoas dependiam dos correios para enviar uma mensagem a quem estivesse noutro sítio.

Era preciso um intermediário para entregá-la fisicamente. Isso agora já é inimaginável .

Embora o Bitcoin seja a moeda digital mais conhecida, o conceito de criptomoeda é anterior a ele.

As criptomoedas foram descritas pela primeira vez em 1998 por Wei Dai, que sugeriu usar a criptografia para controlar a emissão e as transações realizadas com um novo tipo de dinheiro. 

As criptomoedas podem ser usadas com as mesmas finalidades do dinheiro físico em si.

As três principais funções, explica o livro,  são: servir como meio de troca, facilitando as transações comerciais; reserva de valor, para a preservação do poder de compra no futuro ou seja, fazer um pecúlio e ainda como unidade de conta, quando os produtos têm preço  e o cálculo econômico é realizado em função dela.

Na visão de Ulrich, moedas como o Bitcoin ainda não adquiriram o seu auge pelo desconhecimento. E digo eu, pela desconfiança. 

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x