Coisas Boas em Alta
Produtos em Alta

Cobertor de Papa!

Começou o frio e chegou a altura de eu tirar da gaveta o meu cobertor de papa.

Pesado que se farta, contrariando os edredons que se usam agora, leves e alguns ultra leves, que nem se sentem mas que aquecem imenso.

Mas eu gosto deste meu cobertor de papa.

Também conhecido por “cobertor de pelo” ou “manta lobeira” é fabricado com lã churra de ovelha feito com o fio grosso, típico da região da Guarda. 

O nosso estilista Carlos Gil levou a Expo do Dubai peças de decoração com base no cobertor de papa.

Entrando agora na antiga fábrica de Macainhas só lá estão 4 pessoas que fazem este cobertor.

Antigamente esta atividade alimentava e envolvia toda a Aldeia.

A lã grossa que é rejeitada pela indústria proveniente das ovelhas Churras Mondegueiras, serve para se fazer artesanalmente estes cobertores.

Pois infelizmente também elas estão em vias de extinção.

O grande problema é que a tosquia de 100 ovelhas não dá para pagar um cobertor artesanal de características únicas no País.

Não sei qual o futuro destes cobertores mas são lindos e quentinhos.

Um cobertor de papa custa cerca de 90€.

Caro mas bom.

Subscreva
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
carlos Gil
carlos Gil
2 meses atrás

este cobertor faz parte da nossa história da nossa cultura do mistério das mãos do bem fazer . Vamos todos lutar para que não seja esquecido . Parabéns pelo artigo .
nota * no final de uma noite dormida com um edredom a cama está úmida . Dormir com um cobertor de papa se passarmos a mão por cima o cobertor tem água pois puxa a água para cima … os ossos agradecem

Teresa Santo
2 meses atrás
Reply to  carlos Gil

Caro Carlos Gil,
Concordamos totalmente consigo.
Todas estas tradições devem ser divulgadas, para não serem esquecidas.
São produtos de alta qualidade que fazem parte da história e têm origem nos saberes antigos.
Obrigada pelo comentário e muitos parabéns pelo projeto!

Maria do Céu Reis
Maria do Céu Reis
1 mês atrás
Reply to  carlos Gil

Peço desculpa, mas permitam-me dar um esclarecimento: provavelmente quem escreveu este artigo e colocou as fotos tê-lo-á feito com a melhor das intenções, mas tenho de chamar a atenção para o facto de que o1º cobertor, onde se pode ler “cobertor papa” não é, efetivamente um cobertor de papa. Se compararem com o 2º cobertor, esse sim, autêntico, facilmente perceberão que não se trata do mesmo produto.
Apenas o 2º cobertor é o cobertor de papa verdadeiro, tradicional e artesanal, tecido em tear manual, feito com lã churra, em Maçainhas, num processo que exige um saber-fazer próprio, em riscos de desaparecimento, e numa série de processos próprios de preparação e acabamento. Pelo contrário, o 1º cobertor não passa de uma contrafação industrial do cobertor verdadeiro: não usa lã churra (se é que usa alguma lã), é feito num processo completamente industrial, em teares elétricos, sendo, portanto, uma fraude que visa enganar os consumidores, vendendo um produto industrial sob o nome de uma artigo artesanal.
É pena que neste país se permitam este tipo de fraudes!

Teresa Santo
1 mês atrás

Obrigada Maria do Céu pelo seu comentário.

4
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x