Coisas Boas em Alta
Notícias em Alta

Bebedouro do Rossio

Finalmente a Câmara de Lisboa repôs o bebedouro dos Anjinhos no seu lugar de sempre: no Rossio.

Um dia as pessoas atentas deram pelo seu desaparecimento e a Câmara deve ter ficado com as orelhas a arder.

Tinha desaparecido o bebedouro.

Veio então informar que o bebedouro tinha ido para reparação e limpeza e as pessoas sossegaram mas ficaram atentas.

Finalmente regressou e ficou tudo calmo. Este bebedouro de origem francesa, tal como as duas fontes monumentais do Rossio terá sido ali instalado no final do século 19.

O bebedouro, feito na fundição Sommevoire, segue o modelo das populares Fontaines Wallace de Paris, feitos  em ferro fundido e de cor verde escura, com as mesmas dimensões, apresentando contudo a diferença de as figuras femininas terem sido substituídas pelos anjinhos que lhe valeram o seu nome popular. 

Uma outra característica que acho surpreendente neste modelo de bebedouro é que a água não jorra de baixo para cima, como é normal em todos os bebedouros lisboetas, antes cai do topo do bebedouro para a base, permitindo, pelo menos encher uma garrafa, mas não propriamente beber. 

É uma espécie de contradição nos termos: é um bebedouro onde não se consegue beber. Não é por isso que gostamos menos dela.

Venha de lá essa Fonte dos Anjinhos, a brilhar como nova, de volta ao seu local habitual.

Ficamos todos contentes.

Já reparou neste bebedouro?

Subscreva
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x