Coisas Boas em Alta
Notícias em Alta

O Guitarro

Confesso que ao ouvir fiquei admirada pela qualidade do som que saia de uma lata de óleo de 5 litros.

Parabéns ao artista.

Em Miranda do Douro há um músico-artesão que está a construir guitarras com latas de conserva e de óleo antigas.

A ideia foi retirada de outro mirandês que no século passado fazia instrumentos a partir de latas de café e estacas com ornamentos de latas de salsichas, a que chamava ‘guitarros’.

Paulo Meirinhos é membro do grupo Galandum Galundaina e diz que tudo se deve à procura de novas sonoridades para introduzir na música que fazem.

São latas de óleo de cinco litros, reaproveitadas para a gasolina da motosserra e anteriores ao 25 de Abril que estavam esquecidas na garagem da casa dos pais de Paulo Meirinhos. “Quando íamos cortar lenha tínhamos sempre a lata da gasolina para a motosserra que era a lata de óleo da Sacor.

O “guitarro”, como assim é designado o instrumento musical, é composto por uma lata estilo vintage, que no passado terá servido para transportar lubrificantes ou produtos alimentares.

A esta lata é acrescentado um braço com escala musical, feito numa fábrica em Braga, e diversos componentes eléctricos e electrónicos, e que em conjunto emanam um som “único e característico”: “Este é um instrumento tido como tradicional em Miranda do Douro.

O grupo Galandum Galundaina já fez concertos em que utilizou o “guitarro” e os músicos garantiram que “conseguiram recursos diferentes paras as sonoridades pretendidas”.

“O acompanhamento musical deste instrumento é muito harmónico.

No caso dos Galandum, temos em atenção um som mais melódico e, por isso, estamos a tentar fazer um equilibro”, diz Paulo Meirinhos.

O característico som da lata marca a diferença principalmente quando é amplificado nos sons mais agudos, que o tornam agradável ao ouvido e harmónico no acompanhamento de outros instrumentos como a sanfona, as percussões ou até mesmo uma gaita-de-foles.

Com este instrumento conseguimos uma vibração ondulante, que é umas das características deste tipo de latas.

Este som da lata é estranho que depois se entranha, já que não tem o timbre dos instrumentos feitos em madeira.

Diz ele que já está a receber encomendas de artistas estrangeiros.

Que tudo lhe corra bem e que mostre a todos a sua arte.

Viva o guitarrista!

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x