Coisas Boas em Alta
Notícias em Alta

Pense, reflita e…escape!

Tenho pena que Portugal não pense igual.

A Bélgica declara livrarias como lugar de “primeira necessidade”, por isso não fecharão durante a pandemia.

Além das farmácias, supermercados e hospitais, o país da Europa Ocidental tem declarado que as livrarias são também um espaço de primeira necessidade para que se mantenham em funcionamento face a quarentena.

Há países onde os livros são considerados um produto vital em tempos de lockdown. E a Bélgica, deixa-me feliz e até cheia de esperança, porque as livrarias permanecem abertas, para quem quer sonhar acordado. A dona da livraria Toutes Directions, no centro de Liège, na Bélgica, diz: “Quero ter itens que sejam populares agora”.

“As pessoas não podem viajar e eu vendo livros de viagens”. “Vendo também outras coisas: livros de receitas, histórias de viagens que permitem que as pessoas viagem através do olhar de outra pessoa.

Dada a orientação da livraria, o atendimento é limitado. Mas, no geral, estou feliz em permanecer aberto aqui”.

Subscreva
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x