Coisas Boas em Alta
Notícias Boas

Casa de Papel

Em Dezembro de 1978, Zé Pedro, Kalu, Tim e Zé Leonel  formam a banda Delirium Tremens.

Pouco depois, mudaram o nome da banda para “Beijinhos e Parabéns” e, finalmente, escolheram como nome definitivo Xutos & Pontapés. 

O seu primeiro concerto foi  a 13 de Janeiro de 1979 na sala dos Alunos de Apolo.

Em 1982, editam o primeiro álbum: 1978-1982.

Depois de entradas e saídas de músicos na banda, o primeiro álbum gravado por João Cabeleira em 1985 foi Cerco com as músicas “Barcos gregos” e “Homem do leme” que sairiam também em single.

A explosão mediática começou em 1987 com o álbum Circo de Feras e os seus mega sucessos

Contentores“, “Não sou o único” e “N’América”.

Continuou com o single “7º Single” e o seu estrondoso hit A minha casinha e é desta música que vamos falar . 

O álbum 88 foi um dos pontos mais altos da carreira dos Xutos e Pontapés com os mega êxitos “À Minha Maneira”, “Para Ti Maria” e “Enquanto a noite cai”, entre outros, dando início a uma das maiores turnés da banda que ficou retratada no álbum Xutos – Ao vivo. Agora os  Xutos & Pontapés são as estrelas de um vídeo que serve para promover, em Portugal, a quinta e última temporada da série de sucesso “La Casa de Papel”. 

“Nem os Xutos são imunes às saudades de ‘La Casa de Papel‘”, escreveu a Netflix como legenda do vídeo oficial do cover, onde podemos ver os vários membros da banda vestidos com os fatos vermelhos e máscaras de Salvador Dalí, que tanto marcam a imagem da série.No vídeo participa ainda a atriz Itziar Ituño, que desempenha o papel da personagem Lisboa, no qual faz uma homenagem ao cantar o tema original, com o seu sotaque espanhol.

Vamos em frente Xutos!

Deixe um comentário

%d bloggers like this: