Coisas Boas em Alta
Notícias Boas

Gareth Ainsworth – Wycombe Wanderers

Rock and Roll misturado com futebol!

Parece-me pacífico!

Mas ao vê-lo no banco de treinador com os longos cabelos e com aspecto de cantor de banda de música pesada  e com ar maroto pensei que tinha de escrever sobre o Gaz, ou melhor Gaertner Ainsworth de 47 anos e treinador do Wycombe Wanderers.

À segunda-feira a noite, os The Cold Blooded Hearts juntam-se no estúdio da banda, em Watford. Louis ‘Chalky’ na bateria, Ron Campbell no baixo, Lee van Sargent na guitarra e Gaz na voz.

São momentos sagrados de hard rock, a puxar pelos loucos anos 80, refrões orelhudos e cervejas mornas.

O último ensaio teve de ser cancelado. Por bons motivos, porém. Gaz, na verdade Gareth Ainsworth, tinha uma justificação forte.

A sua equipa ia jogar com o Tottenham e o treinador teve de pedir desculpa públicas aos músicos pela falta: «Na próxima semana lá estaremos, rapazes.»

As paixões de Gareth Ainsworth são o futebol e a música, não necessariamente por esta ordem.

É treinador dos Wycombe Wanderers, que competem no interessantíssimo Championship e voz nos The Cold Blooded Hearts.

Cabeça no mundo da bola, coração entregue aos espíritos do rock. 

Gareth Ainsworth

O Wycombe perdeu e José Moutinho, elogiou o treinador Gareth e ficou curioso em saber mais sobre o vocalista Gaz. «Ele levou o clube da League One ao Championship, só pode ser bom.

“Quero ver um concerto da banda dele quando a pandemia acabar.” Diz Mourinho,

“Uma coisa é o treinador, outra é o homem. O treinador é bom. Só consegues ficar num clube tanto tempo, jogar em tantas divisões, ser promovido, quando se é bom.  

Sabe o que quer e a equipa joga da forma que ele pretende.

E depois há o homem. Ele deve ser alguém que aprecia a sua vida.

Parece ser um tipo feliz e se para seres feliz tem de fazer parte de uma banda, cantar e fazer parte do maravilhoso mundo da música, então apenas tem de continuar.

E ele tem este estilo rockeiro, fantástico. 

Minutos depois surgiu a resposta de Ainsworth, que não pareceu convencido da nega de Mourinho para cantar.

E se o técnico setubalense não quer mesmo fazer uso da sua voz, há sempre uma solução… “Ele disse que poderia não ser capaz de cantar, mas tenho a certeza que se safaria na pandeireta.”

Deixe um comentário

%d bloggers like this: