Coisas Boas em Alta
Notícias Boas

Xutos e Pontapés – A Minha Maneira Vol. II – 2000-2020″

O nascimento oficial dos Xutos & Pontapés aconteceu a 13 de janeiro de 1979, no salão de baile dos Alunos de Apolo, em Lisboa, numa noite em que tocaram quatro músicas em pouco mais de cinco minutos.

Na altura, o grupo, que chegou a chamar-se Delirium Tremens e depois Beijinhos & Parabéns, integrava os jovens Zé Pedro, Kalú, Tim e Zé Leonel, influenciados pelo punk-rock que entrava em força na cena musical estrangeira.

Quarenta e um anos depois, o grupo persiste na música portuguesa com mais de uma dezena de álbuns e muitas canções que tocam várias gerações. O segundo volume da autobiografia dos Xutos & Pontapés, “À Minha Maneira”, conta a história da banda desde 2000, percorrendo 20 anos de “grandes sorrisos” e também “muitas lágrimas.

A jornalista e autora diz :”Se o primeiro volume era uma narração de uma escalada e de uma assunção da banda, este é o volume das emoções, porque temos as grandes alegrias e as maiores conquistas destes 40 anos de carreira – os grandes aniversários, os Pavilhões Atlânticos [nome antigo da Altice Arena], o estádio.

Temos os grandes sorrisos, mas também temos as muitas lágrimas, porque foi na segunda parte destes 40 anos de carreira que aconteceram as maiores perdas para a banda”.

Em 2007, morreu a “grande manager” da banda, Marta Ferreira, e, em 2017, o guitarrista Zé Pedro.

Apesar de ser um livro assinado por Ana Ventura, em “À Minha Maneira”, a história dos Xutos & Pontapés é contada na primeira pessoa, por Tim, Zé Pedro, João Cabeleira, Gui e Kalu.

Mas para fazer o segundo volume, Ana Ventura deparou-se com um “grande desafio”: já não podia entrevistar Zé Pedro.

No entanto, o guitarrista “continua completamente presente neste segundo volume”. “Queríamos que neste volume se mantivessem os Xutos a falar, os cinco, e temos efetivamente o Zé Pedro a falar ao longo do livro todo, recorrendo a muitas entrevistas que o Zé Pedro deu entre 1999 e 2017”, explicou, contando que incluiu “citações de entrevistas do Zé Pedro à imprensa, rádio, televisão, Para quem gostos dos Xutos recomendo vivamente.

Deixe um comentário

%d bloggers like this: