Coisas Boas em Alta
Lugares em Alta

A Feira do Relógio

Um dos programas que eu gosto de fazer é passar uma manhã de domingo a cirandar na Feira do Relógio.

Começa-se a visita pela zona da roupa interior e dos sapatos, entra-se pela zona das padaria e bolos e chegamos a melhor zona: a da fruta.

Ai encontramos a fruta mesmo muito boa e barata.  

Passando pelas mangas que se compra a caixa e aos morangos tudo tem bom aspecto.

A confusão é brutal mas lá nos desenrascamos.

Depois segue-se já no regresso para a zona da roupa de cama, e há uma paragem obrigatória onde estão as plantas.

Uma das vezes comprei um limoeiro tão grande que foi difícil transporta-lo mas há uma alegria nesta feira que nos faz desvalorizar qualquer pequeno problema.

É uma tentação comprar pois os vendedores sabem vender a mercadoria, e compra-se bastante.

Saímos da feira carregados, estafados mas satisfeitos.

Há uma zona de comida brasileira onde os pastéis de vento, que são uma espécie de pastéis de massa tenra se vendem aos montes.

Também há uma paragem obrigatória nas bifanas e sandes de toda a espécie.

A existência de vendedores ciganos e outros é pacífica, e nunca me senti insegura.

Vemos a polícia a passear entre as bancas e tudo a correr bem.

Quando chegamos a casa e abrimos as dezenas de sacos e saquinhos, é normal ver algumas coisas estranhas.

Um conjunto de lençóis só com um lençol ou ter comprados 5 cuecas e estarem apenas 4 e as calças afinal não servirem.

Mas o que isso interessa?

O prazer do passeio foi tão bom!

Aconselho vivamente.

Muita gente de várias nacionalidades a tentar comprar coisas baratas.

Cuecas a 50 cêntimos não encontramos em muitos sítios. Vão!

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x