Coisas Boas em Alta
Histórias em Alta

Fatos de treino

O fato de treino infelizmente tornou-se uma farda do nosso confinamento.

Toma-se um banho e o mais confortável é vestir um fato de treino!

Se é feio? Eu pessoalmente acho um horror.

Mas as marcas andam rápidas e as coleções desataram  a apresentar fatos de treino para todas as horas do dia, não deixam margem para dúvidas, devolvendo às ruas, ao café e ao supermercado homens e mulheres com peças de vestuário que habitualmente só usariam no ginásio. 

Claro que não estou a falar de fatos de treino sumptuosos assinados pela Gucci que as mulheres ricas usam.

Falo de fatos de treino feios, feitos de tecido sintético e que se agarram ao corpo e não nos deixam respirar. 

A sedução da roupa desportiva impõe-se e os fatos de treino subiram na vida! 

Para se saber como aparece o fato de treino temos de recuar a 1967 quando a Adidas lança um gato de treino usado por Frank Beckenbauer

Nunca o fato de treino tinha sido tema de conversa.

O conjunto como o conhecemos nasceu nos anos 60, muito por conta do aparecimento de tecidos sintéticos como o poliéster que rapidamente ganharam popularidade. 

Muito tempo associado a atletas de várias modalidades do desporto e a partir de 2000 por culpa de Paris Hilton que aparece em todas revistas com um belo fato de treino e começou então  a “mania” dos fatos de treino”. Pergunto: tem um fato de treino?

Usa? 

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x