Coisas Boas em Alta
Histórias em Alta

O hotel

Agora estão na moda os prêmios. Desta vez caiu em sorte o Hotel do Bussaco e eu só o conheci por fora e digo-lhes que é majestoso, tem sofisticação e charme. Não será para a minha carteira pois é um Hotel 5 estrelas

O Palace Hotel do Bussaco foi distinguido como o melhor hotel castelo de luxo português e o melhor da Europa. Foi-lhe atribuído por viajantes e profissionais do setor hoteleiro.

 Esta distinção,  revela-se extremamente importante, pois valoriza o trabalho desenvolvido num espaço com mais de um século de existência.

Um hotel fantástico que integra um património histórico de grande valor. A distinção, enquanto “2019 Luxury Castle Hotel”, reconheceu o Palace Hotel do Bussaco  pelo seu compromisso sustentado para com a excelência da hospitalidade e pelas suas destacadas prestações no âmbito da indústria hoteleira em geral.

O edifício do atual hotel, em estilo neomanuelino, está decorado com painéis de azulejos, frescos e quadros alusivos à Epopeia dos Descobrimentos portugueses, todos eles assinados por alguns dos grandes mestres das artes.

A estrutura exibe perfis da Torre de Belém lavrados em pedra de Ançã, motivos do claustro do Mosteiro dos Jerónimos, alguns arabescos e florescências do Convento de Cristo, alegando um gótico florido com episódios românticos em contraste com uma austera severidade monacal.

No  interior destacam-se notáveis obras de arte de grandes mestres portugueses da época, desde a coleção de painéis de azulejos do mestre Jorge Colaço, evocando Os Lusíadas, os Autos de Gil Vicente e a Guerra Peninsular, graciosas esculturas de António Gonçalves e de Costa Mota, telas de João Vaz ilustrando versos da epopeia marítima de Luís Vaz de Camões, frescos de António Ramalho e pinturas de Carlos Reis. 

O mobiliário inclui peças portuguesas, indo-portuguesas e chinesas, realçadas por faustosas tapeçarias. Destaque ainda para o teto mourisco do restaurante, o notável soalho executado com madeiras exóticas do salão nobre, e a galeria real.

No início de Agosto de 1904, o rei D. Carlos decidiu fazer um raid turístico ao Bussaco, que não visitava há vinte anos, permanecendo três dias e prometendo voltar com a rainha.

Entusiasmado, cumpriu rapidamente a promessa, e em finais do mês, regressou acompanhado da rainha D. Amélia de Orléans e Bragança ao Bussaco para inaugurar o hotel, organizando festas, bailes e concertos, e chegando, em ocasiões especiais, mesmo a dar aos seus convidados o prazer de ouvir a sua bela voz de barítono.

O palácio do Bussaco é composto por 105 hectares de floresta e com árvores grandes e bonitas e os motivos para atrair milhares de turistas de todo o mundo são vários. A sua beleza, a sua riqueza e a sua Natureza estão entre os mais valorizados.

O que poderia ter-se tornado numa mera casa de caça viu a sua primeira pedra ser lançada no século XIX. No ano de 1888, por instrução do rei D.Carlos I, iniciou-se a construção. Na sequência da queda da monarquia, o espaço como hoje o conhecemos abriu portas.

Mais de um século depois, o palácio do Bussaco é distinguido como o melhor da Europa na categoria de hotel castelo de luxo. Refira-se que não há muito tempo, em 2017, o Palace Hotel do Bussaco tinha sido distinguido pelo Luxury Travel Guide como “Classic Hotel of the Year 2017”. É um Hotel/ museu!

Quando for rica quero ir dormir 1 noite. Vamos vez.

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x