Coisas Boas em Alta
Histórias em Alta

Café!!!

Quero um bica, quero um café escaldado, sem princípio! Café com chávena fria, quero um curto , mais maneiras de se pedir um cafezinho.

Um café expresso, por exemplo, tem uma concentração maior dos componentes associados ao café (como ácido clorogénico), porque possui menor quantidade de água. Além disso, o expresso tem a maior concentração de cafeína (cerca de 70 miligramas) e por isso deve ser consumido em menor quantidade. 

Em excesso, o café pode causar tremores, ansiedade, insónia, tonturas, aumento dos batimentos cardíacos, entre outras condições.

Mas porque é que uns dormem profundamente mesmo bebendo vários cafés ao dia, e outros não pregam olho caso bebam apenas um?

Algumas pessoas têm polimorfismo, uma condição genética que faz com que o café abrande o metabolismo, logo, o consumo do mesmo não os “desperta” de imediato, levando-os a consumir mais 2 ou 3 cafés (enquanto o organismo ainda está, na realidade, a assimilar a presença de cafeína do primeiro).

Nestes casos, recomenda-se limitar o consumo de café (ainda mais).

O consumo de café está, também, ligado a uma adição. Os sintomas (na ausência de) são dores de cabeça, fadiga, irritabilidade, dificuldade na concentração e estados depressivos.

A cafeína é considerada uma droga psicoativa. Em média, sabe-se que é preciso entre quatro a seis horas para metabolizar metade da cafeína. O segredo? Como em quase tudo, moderação.

É uma das bebidas mais populares do mundo, e a maioria das pessoas não passa sem ela.

Um ritual matinal imprescindível para uns, um importante e agradável momento de pausa para outros, ou ainda um poderoso inimigo de uma boa noite de sono.

Do mais tradicional como o expresso ou o café americano, ao mais elaborado, como o frappucino (café gelado) o café é, segundo os dados da Organização Internacional do Café (ICO) consumido em abundância em países como Finlândia, Noruega, Islândia, Dinamarca, Holanda, Suécia, Suíça, Bélgica, Luxemburgo e Canadá (top 10 decrescente, segundo o relatório de 2017).

Se, por um lado, a quantidade certa de café pode melhorar visivelmente o nosso humor e dar-nos um choque energético para enfrentar o dia, o consumo exagerado do mesmo pode provocar ansiedade, insónias ou nervosismo, além de acelerar o batimento cardíaco. 

Beber um café quando se está modo sem dinamismo o café torna-nos despachados a pensar rapido e se sempre.

O café para nos portugueses é indispensável e por isso toca a tomar com cuidado.

Há alguns anos uma colega que tomou 15 cafés seguidos e teve de ir para o hospital. Pois não se sentia bem,

Por último temos de escolher boas marcas de café que nos agrade aproveitando tanta oferta que há no mercado. Querem tomar um cafezinho comigo, ?

Venham la!

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x