Coisas Boas em Alta
Histórias boas,  Notícias Boas

Relógios de homem

Num destes Natais, resolvi oferecer um relógio ao meu filho.

Não pensei no gosto dele e percebi que não tinha gostado do presente pois  nunca o vi no pulso.

Pois é! 
Dizem que o relógio é a joia do homem.

Há uma escolha imensa, desde o básico, de plástico, comprado nas feiras até aos que não ficam ao nosso alcance, de ouro e diamantes, com muitas e boas funcionalidades.

É só olhar para os pulsos dos jogadores da nossa seleção de futebol e pensar quanto euros carregam eles em relógios.

Bruno Rodrigues que é Director de Marketing de uma famosa Relojoaria do Porto, a Marcolino, de grande luxo onde não se vai comprar um relógio qualquer, tem experiência no uso do relógio e gosta de dar conselhos sobre o seu  melhor uso.

Quando se  compra um relógio temos de ter atenção ao tamanho dele e ter alguma sensatez.

Um homem activo o normal é ter um relógio automático como parceiro, mas uma pessoa idosa a melhor escolha é um de quartzo pois não precisa do movimento do pulso para funcionar.

Se faz surf ou trabalha com um ambiente de água, a pulseira deve ser de metal de aço inoxidável.

E para quem não viaja não precisa de ter um com GMT.

As pulseiras também são um elemento a escolher.

De pele são para as pessoas mais clássicas.

Pulseiras de plástico para usar com calções ou  ir a praia .

Saiu agora novinho em folha com uma edição especial e uma imensidão de tecnologia pela mão da Festina um relógio inteligente para quem anda de bicicleta e desporto.

Um relógio para registo de metas, controlo de música e tirar fotos e até localizar o telemóvel e pasmem abrir o portão da garagem.

O que virá mais?

Deixe um comentário

%d bloggers like this: