Coisas Boas em Alta
Histórias boas

Boxe – Benjamin da Cunha

Cresceu em França e desde cedo andou aos socos.

Resolvia os seus problemas na Escola aos murros e era respeitado por isso!

Chama-se Benjamin da Cunha, é franco-português, filho de emigrantes de Braga, mas que vivem em França, é lutador de boxe e sonha.

Bom, “sonha” talvez seja pouco:

Benjamin acredita mesmo que chegará a Portugal com uma medalha ao pescoço, assim que os apoios lhe permitam preparar-se em condições para as competições que se avizinham.


Sempre sonhou em ser campeão.É português e participar nos Jogos Olímpicos por Portugal seria uma honra para ele Só que há um grande problema pois a Federação Portuguesa de Boxe, confirmou que Portugal não terá uma equipa nacional para os Jogos Olímpicos.

Que pena , digo eu!

Quer  qualificar-se,  ser medalhado olímpico e voltar à prática do boxe profissional, com a intenção de ser campeão do mundo. Está em Portugal e o seu  projeto consiste em abrir um clube de boxe no Norte do País.

Gosta muito do  país e quer  trazer para cá, as melhores condições para treinar e desenvolver o boxe ao nível nacional.

O que lhe sobra em talento e ambição, falta-lhe apenas em apoios.

Começou a praticar boxe em 2010, no clube da cidade onde vivia, o Oxygène Boxing Club de Mantes-la-Jolie, em França.

A princípio, queria apenas tornar-se mais forte, mas quando começou a combater e a ganhar, acabou por ver no boxe uma maneira de mostrar ao mundo o seu talento. 

O Boxe ou pugilismo, é um desporto de combate no qual os lutadores usam apenas os punhos, tanto para a defesa como para o ataque.

A palavra vem do inglês Box expressão utilizada por lá .

O Boxe surgiu na Suméria, agora Iraque.

 Vamos lá Benjamim, dá-lhe forte.

Deixe um comentário

%d bloggers like this: