Coisas Boas em Alta
Histórias boas

John Le Carré

John le Carré, o autor britânico escreveu romances inesquecíveis de espionagem ,muitos adaptados ao cinema.

O autor, cujo nome real era David Cornwell, nasceu em 1931 em Poole, Inglaterra, tendo estudado em Berna, na Suíça, e também na Universidade de Oxford, em Inglaterra.

Trabalhou durante vários anos nos serviços secretos britânicos e publicou em 1961 o seu primeiro livro, “Chamada para a Morte”, a que se seguiram as obras “Um Crime Quase Perfeito” e “O Espião que Saiu do Frio”.

Ao longo da sua vida escreveu mais de duas dezenas de romances, vários dos quais seriam adaptados ao cinema, como “O Alfaiate do Panamá”, “O Fiel Jardineiro”, “A Casa da Rússia” e “A Toupeira”.

Um escritor activo assumia o seu desencanto com o mundo e com a continuação do poder das elites. Palavras dele:

“Não consigo encontrar a esperança neste momento. Continuo à procura dela para perceber onde é que os meus filhos e os meus netos irão viver. A grande desvantagem de ser velho é perceber que pouco ou nada muda”.

Acabei de ler “Um homem muito procurado” um belo livro, repleto de humor, apesar da tensão presente sobre o trabalho de Annabel, advogada de direitos humanos que decide salvar Issa da deportação e desmascarando o 11 de Setembro e mergulhando na vida daqueles que se opõem a nossa cultura. Leiam e comentem a vossa opinião 

Deixe um comentário

%d bloggers like this: