Coisas Boas em Alta
Coisas muito Boas

Fábrica do Pastel de Nata de Belém

Os pastéis de nata fazem parte da cultura do país, assim como o vinho do porto, o bacalhau, e tantos outros.

O pastel de nata é um dos mais populares e tradicionais doces da pastelaria portuguesa.

A receita original foi criada pelos monges do Mosteiro dos Jerónimos e a sua receita secreta ainda não foi revelada. 

Os pastéis de nata são crocantes por fora e macios por dentro.

Um autêntico cartão-de-visita, o pastel de nata é um símbolo nacional.

Saborear um pastel de nata quente, polvilhado de canela e açúcar, é uma delícia!

A versão original da receita é um segredo exclusivo da Fabrica dos Pastéis de Belém.

Aí na Fabrica a receita dos pastéis está fechada a sete chaves.

Os mestres pasteleiros fazem um juramento e assinam um termo de responsabilidade  a garantir que não divulgam a receita.

Não sendo a original, aqui vos deixo uma receita de pastel de nata para fazerem no confinamento.

  • O primeiro passo é preparar um tabuleiro com fôrmas pequenas de alumínio.
  • Forte as formas com a nassa folhada. Leve-as ao frigorífico.
  • Aqueça o forno a 250ºC e trate do recheio. Deite meio litro de natas num tacho, e dissolva-as bem. 
  • Separe as claras das gemas de 8 ovos, junte as gemas às natas e vá mexendo. 
  • Acrescente açúcar, farinha, envolva bem, e polvilhe com raspas de limão.
  • De seguida, leve a lume médio sem parar de mexer, até obter um creme espesso.
  • Quando estiver no ponto, encha as fôrmas com o creme, e leve ao forno durante cerca de 10 minutos. No final controle a vontade de comê-los todos.

Deixe um comentário

%d bloggers like this: