Coisas Boas em Alta
Coisas Boas

O “cedro” do Príncipe Real

Vou frequentemente visitar o Parque do Príncipe Real quando vou ao Teatro dos Artistas Unidos.

Vou primeiro lanchar à pastelaria Cister e depois sigo para o Jardim para observar o cedro.

Visito a feira das antiguidades quando lá está e passeio-me pelos Quiosques.

Demoradamente olho para as raízes e para o tronco enorme e fico admirada como ela continua viçosa é bonita.

É a primeira árvore considerada “monumental” no Jardim França Borges.

Estima-se que o cipreste tenha sido plantado por volta de 1870, pouco depois da conclusão da Patriarcal, o depósito que fazia a gestão da água proveniente do Aqueduto das Águas Livres.

Situa-se debaixo do lago que faz parte do jardim. 

A localização e o ambiente agradável faz com que o jardim seja muito procurado.

Muitos visitantes ficam sentados na relva, outros nos bancos debaixo do cipreste. 

As três árvores de borracha da Austrália têm a mesma idade do cipreste, mas superam-no em dimensão.

Cada uma delas tem uma altura superior a 20 metros e onde se destacam de forma mais evidente é na largura da base e nas raízes.

maior tem um perímetro de quase 10 metros.

Além do reforço da estrutura metálica com os arames, colocaram também uma grade que contorna o tronco da árvore e que serve de proteção.

Infelizmente soube que o cipreste tem sido sujeito a algumas atrocidades, desde lixo a tentativas de incêndio.

Vamos respeitar as árvores, elas só nos fazem bem.

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x