Coisas Boas em Alta
Coisas Boas

Rolhas

Hoje a conversa é sobre rolhas.

Abrimos garrafas e mais garrafas e muitas vezes nem olhamos para as rolhas.

Em Portugal há uma empresa que é um império da cortiça e das rolhas.


As melhores rolhas, de 4/5 cm de comprimento e sem defeitos custam na Europa já mais que umas garrafas de vinho barato, mas garantem uma duração de largos anos.

Para todas as outras rolhas, o destino está decidido: depois de 10 anos a rolha estraga, com tendência a esfarelar com o uso do saca-rolhas, ou então tem muitos poros e conseqüentemente pouca resistência ao oxigênio.

Portugal abastece 60% da produção mundial, seguido de Espanha e Itália. 


Agora falamos da MASILVA, que concebe , produz e fornece ao mercado rolhas fiáveis que vedam eficazmente as garrafas de vinhos e outras bebidas alcoólicas.

A produção de 2019 foi 600 milhões de rolhas.

O grupo MASILVA está presente em Alter do Chão há 20 anos e conta com mais de 30 trabalhadores.e é considerada uma das maiores empresas do mundo da cortiça

O seu negócio é a produção de rolhas de alta qualidade, acrescentando que a nova fábrica que vai abrir em Alter do Chão “serve para trabalhar o que sobra do corte” 

Recorde-se que o grupo MASILVA foi criado há 48 anos, conta com 12 filiais pelo mundo fora, mas continua com o seu cariz familiar. 

Este grupo, procura resultados econômicos legítimos, não esquecendo a responsabilidade social ao nível das comunidades locais nas diversas partes do mundo onde está fisicamente presente. 

As caraterísticas únicas da cortiça vão sendo cada vez mais valorizadas no mundo, graças ao sentimento crescente da humanidade, de dar preferência à utilização de produtos que garantam o desenvolvimento ambiental sustentável.

Agora vou abrir uma garrafa e vou olhar para a rolha como deve ser!

Com respeito

Deixe um comentário

%d bloggers like this: