Coisas Boas em Alta
Coisas Boas

Delhi Darbar – Indiano muito bom

Não sou um fanático de comida indiana, mas ainda assim, uma ou duas vezes por mês, costumo visitar restaurantes desta gastronomia.

Apesar de saber que existem vários tipos de comida indiana, e que a gastronomia deste país é muito variada, o meu modesto conhecimento não me dá para saber a origem da mesma, se é do norte ou sul deste grande e populoso país.

Mas vamos ao que interessa. Reserva feita pelo The Fork (vale sempre a pena espreitar as promoções, e neste caso 30% de desconto).

Pela entrada, não nos apercebemos que entramos num restaurante indiano, pois não encontramos aqueles quadros coloridos com elefantes e quedas de água, habituais neste tipo de restaurante. Nada disso! Com uma decoração “clean” em tons de branco, com um balcão de bar e cozinha do lado direito.

Se formos ainda mais atentos, encontramos quase sempre a dona ou gerente ( não sei) a petiscar numa mesa recolhida no lado esquerdo. Nesta primeira sala, haverá para aí uns 20 lugares, mas de todas as vezes que lá fui, fui sempre encaminhado para a sala do fundo. Está mesma sala, com o mesmo tipo de decoração minimalista em tons de branco, que contrasta com as toalhas em tons bordeaux.

Devidamente sentados, logo notamos a simpatia de todo o staff, atentos a todos os pormenores. Deixam-nos a lista e convidam a provar as chamussas, ainda antes do resto do pedido.

Chamussas pedidas, desta vez de carne, que vieram prontamente, acabadas de fritar, e portanto muito quentes. Mas já la vamos…

Olhando para o menu, escolhemos o tradicional caril ( o meu companheiro de jantar é especialista em caril) e um tandori ( que para quem não conhece é um prato de ferro, onde é confeccionado o pedido, e que vem para a mesa a fumegar, apesar dos protestos do mesmo companheiro que não queria ficar com a roupa a cheirar a comida).

Carta de vinhos na mão, e rapidamente, são trocados os copos da mesa ( também não é habitual neste tipo de restaurantes indianos.)

Pedido o vinho, rapidamente chega à mesa a garrafa, que foi servida com todos os preceitos para este vinho (Reguengos).

Ao contrário do que é habitual, este estabelecimento tem uma boa garrafeira, a preços justos. Sempre que consegue fugir ao habitual Monte Velho, Esporão, etc.

Pedidos então o Caril de Frango e o Tandori de Borrego, lá fomos desfrutando do vinho e de um garlic nan (pão tradicional com alho) e experimentando os molhos de iogurte (demasiado frio) o de manga (no ponto) e o picante (muito!!).

Enquanto não vinha a comida, pudemos analisar a clientela presente…das 14 pessoas na sala ( com as devidas distâncias de segurança recomendavas pela DGS) os únicos elementos do sexo masculino estavam na nossa mesa. Verdade!

Estavam cerca de 12 mulheres em amena cavaqueira, algumas delas estrangeiras (o meu amigo, que é especialista em línguas, apostava que eram alemãs, eu fui mais para norte…dinamarquesas ou suecas, mas o que interessa???).

Chegada a comida, com uma apresentação excelente, e posso mesmo dizer, requintada, com “aquele toque”.

Quando vou a restaurantes indianos ou japoneses, tenho a impressão que se não souberem fazer arroz, não são bons! E este era, arroz soltinho, em que quase podíamos separar grão a grão e contá-los.

Bom e saboroso, no ponto em termos de sal. Temos cozinha!!!

O aroma do Caril, sobrepunha-se a todos os outros, por ser mais forte.

Vamos lá então provar…

Caril muito aromatizado, com um molho ligeiramente espesso, com os pedaços de frango, muito bem cozinhados e embebidos no mesmo. Muito saboroso, e repetido.

Quanto ao Tandori de Borrego, o melhor que comi até hoje. Legumes cozinhados na chapa quente e cozinhados q.b., ainda crocantes, (couve, cenoura e outros legumes que não consegui identificar). O borrego estava no ponto ( quando a carne só por si se separa do osso) condimentado por um molho de ervas e iogurte. Saboroso!

Gostei, gostámos!

Tanto que já não havia estômago para a sobremesa, ainda assim tentámos a tradicional bebinca. Mas não havia…a única falha a apontar!

Vamos então ao que interessa: a dolorosa!

Uma agradável surpresa…com entradas, pão indiano, duas doses, vinho…

Cerca de 17 euros (com o desconto do The Fork, claro está!!).

Voltarei! Aconselho!

Delhi Darbar

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x