Coisas Boas em Alta
Coisas Boas

Guia Michelin da Península Iberica

Não sei bem o que a culinária tem a ver com pneus de carros mas isso não interessa nada.

O Guia Michelin  é um guia turístico publicado pela primeira vez em 1900 por André Michelin, um industrial francês fundador da Compagnie Générale des Établissements Michelin, fabricante de pneus mais conhecida como Michelin. 

Editado em 30 países, o Guia Michelin distingue aqueles que os seus inspetores consideram como os melhores restaurantes e hotéis, sendo uma montra da cozinha mundial,  e que demonstra o dinamismo culinário de um país, bem como as novas tendências e os futuros talentos. 

O Guia Michelin, cria valor para os restaurantes, atribuindo-lhes prémios todos os anos, contribuindo assim para o prestígio da sua cozinha e para o turismo dos países.

Sao 12 inspetores da Península Ibérica, que realizam um trabalho de campo difícil para escolherem os melhores restaurantes.

Membros da equipa liderada pelo inspetor-chefe, José Vallés, chegaram a estar em viagem durante cinco semanas consecutivas para conseguirem avaliar os restaurantes, num ano em que a covid-19 forçou encerramentos temporários e muitas restrições de funcionamento a estes estabelecimentos.

O guia 2021 atribui três novas distinções na categoria de duas estrelas . Mais 21 na de uma estrela , e 53 novos ‘Bib Gourmand’ e 105 novos estabelecimentos na categoria de ‘prato’.

Os inspetores avaliam os restaurantes consoante vários critérios, nomeadamente a qualidade dos produtos, a criatividade e apresentação, o domínio do ponto de cozedura e dos sabores, a relação qualidade/preço e a regularidade da cozinha para decidir a qualificação dos restaurantes.

Nunca experimentei ir comer a um restaurante premiado com as estrelas Michelin mas não perco a esperança de um dia visitar e dar também a minha avaliação. 

Deixe um comentário

%d bloggers like this: