Coisas Boas em Alta
Coisas Boas

Cromoleques

A caminho de Évora há uma seta que diz “Cromoleques dos Almendres.”
Andando poucos kms chegamos a um descampado com cerca de 100 monumentais pedregulhos colocados em circular que diz a placa informativa que é o maior monumento megalítico da Península Ibérica.


Não sei para que servia este espaço mas que causou um impacto não tenho dúvidas.
Um certo ambiente misterioso. Uma bela descoberta


O Cromeleque dos Almendres fica no topo de uma encosta que tem cerca de 400 m de altura, a 12 km de Évora.

Há várias campanhas arqueológicas que envolvem o local e grande parte dos monólitos que estavam caídos foram recolocados nas suas posições originais.

Trata-se do maior conjunto de menires da Península Ibérica e é um Imóvel de Interesse Público desde 1974.

Será “um Stonehenge”?

Na verdade, o Cromeleque dos Almendres é cerca de 2.000 anos mais antigo que o Stonehenge, em Inglaterra. O Stonehenge, também ele um cromeleque, data de cerca de 3000 a.C.

As diferenças começam logo na idade, já que se pensa que o Cromeleque dos Almendres tenha sido abandonado na transição do Neolítico Final para a Idade do Cobre (cerca de 3000 a.C.), altura em que o Stonehenge começou a ser erigido.

Há, no entanto, evidências que mostram que os dois são mais parecidos do que parecem.

Estão alinhados de modo a que os seus eixos imaginários coincidam com os eixos dos pontos cardeais, e com os solstícios e equinócios. Se, na madrugada do solstício de junho, alinhar o seu olhar com o Menir dos Almendres, a partir do Cromeleque, conseguirá ver a posição onde o Sol nasce.

Há também indícios de que os cromeleques tenham sido usados como lugares de culto pagão, além de observações de astronomia – que como sabemos, na altura, não era uma ciência tão afastada da espiritualidade.

Em suma, o propósito, quer do Stonehenge, quer do nosso Cromeleque dos Almendres, não é perfeitamente claro, e continua a ser um mistério. O que se sabe é que o Cromeleque dos Almendres, sítio carregado de simbologia, e de, dizem alguns, misticismo, é um sítio que nos faz entrar numa máquina do tempo… seja para voltar atrás e tentar compreender o significado, ou para simplesmente nos maravilhar com 

a paisagem e o nascer do Sol no dia mais longo do ano.

Como Chegar

O Cromeleque dos Almendres fica situado na Herdade dos Almendres. Esta herdade privada cedeu a zona do monumento à Câmara Municipal para uso público.

Coordenadas GPS: 38° 33′ 28″ N 8° 3′ 41″ W / (38.557578,-8.061414)

Visitem e contém a vossa opinião.

Deixe um comentário

%d bloggers like this: