Coisas Boas em Alta
  • Carros em Alta,  Notícias em Alta

    Para festejar lançamento em1982 Opel lança série especial “Corsa 40 Years”

    Já aqui escrevi sobre os 40 anos do modelo Corsa da Opel. .Lançado em 1982, entrou já na sua sexta geração ao longo das quais se venderam mais de 14 milhões de unidades, produzidas nas várias fábricas da marca germânica. Ora, para comemorar este 40º aniversário, a Opel decidiu lançar uma série especial chamada “Corsa 40 Years” que, em breve, começa a ser vendido em vários mercados europeus (não sabemos se algum destes Corsa estará disponível em Portugal). Trata-se duma série limitada – serão produzidas apenas 1.982 unidades – com uma só cor de carroçaria, que a marca chama “Rekord Red” lembrando o tom usado no primeiro Corsa, mas aqui com tejadilho pintado de preto. O preto estará, igualmente, presente no emblema Opel do manípulo de abertura da porta traseira, bem como nas jantes em liga leve de 17 polegadas. No interior, o “Corsa 40 Years” terá também o seu…

  • Carros em Alta,  Notícias em Alta

    Com novos modelos eléctricos a Lancia vai renascer

    É uma das marcas míticas dos anos 50 aos anos 80 do século XX. Apenas, para despertar a memória trago dois modelos: o Lancia Stratos e o Delta HFIntegrale, que levaram centenas de milhares de portugueses às estradas poronde passava o Rally de Portugal. Todos nós (nessa época) adorávamos a Lancia e, sonhava-mos ser um Markku Allen ao volante de uma destas “bombas” italianas. A verdade é que, no máximo, comprava-se um Delta com motor normal (julgo que com 1400cc) com os tradicionais problemas de fiabilidade, ferrugem, etc bem longe daquelas máquinas de corrida.Na minha opinião a marca italiana (pertença do Grupo Fiat) nunca soube ounão conseguiu aproveitar a enorme popularidade das vitórias nos ralis paraproduzir automóveis com êxito em vendas. Sucessivos erros estratégicos e modelos mal calculados fizeram com que, já na década de 90, mas sobretudo no começo deste século os Lancias se fossem tornando cada vez mais…

  • Notícias em Alta

    Arte em Papel velho!

    Conheço a Ju Pinto Bandeira há muitos anos. Sempre a achei muito serena e com “pinta” de artista. Agora chegou a altura de a ver como artista. Colagens com recortes de papel velho! E que lindas ficam Após 41 anos a trabalhar numa empresa de consultoria, chegando ao topo da carreira como diretora do departamento de formação, Jú viu-se com a idade da reforma e o tempo que antes dizia faltar começou a ser mais do que suficiente para ela fazer o que gosta. Este foi o momento certo para abraçar a sua paixão pela arte, em especial pela colagem. Transformar papel velho em arte! O escritor Luís Filipe Sarmento diz dela : “Somos feitos de fragmentos, de instantes, de recortes que a memória guarda ou censura nos seus subterrâneos; e todos estes retalhos constituem o mosaico da existência de cada um…”. As revistas, jornais e folhetos transmitem-lhe tudo de bom e…

  • Notícias em Alta

    As bailarinas Russas ou Ucranianas?

    Estão registadas cerca de 2000 obras realizadas por Edgar Degas, pintor francês que viveu entre 1834 e 1917.  Edgar Degas foi um pintor, escultor e fotógrafo francês consagrado pelas pinturas femininas, sobretudo pela série das bailarinas e pelo efeito de movimento que retratava nas obras. Degas é um dos nomes mais sonantes da pintura francesa. Agora com a guerra, estalou o verniz! Há um belo quadro que mostra bailarinas com faixas azuis e amarelas nos cabelos, as cores da bandeira ucraniana. É quase certo que as bailarinas sejam ucranianas e não russas e assim a National Art Gallery mudou-lhe o nome.  O título desta pintura tem sido um ponto de discussão contínuo por muitos anos e é abordado na literatura académica; no entanto, houve um aumento no foco no mês passado devido à situação atual, portanto, era um momento apropriado para atualizar o título da pintura. Parece que os russos apoderaram-se de…

  • Notícias em Alta

    Concerto: João Pais Filipe e Jorge Queijo

    É já amanhã, 31 de março, que se irá realizar mais um concerto da série EA DASHED CONCERTS, promovidos pela Escola das Artes da Universidade Católica no Porto. Nesta 4ª sessão iremos assistir ao concerto de João Pais Filipe e Jorge Queijo. São ambos criadores de um corpo de trabalho característico no que diz respeito aos seus modos de investigação e construção sonoplástica, os percursos dos dois multi-intrumentalistas partilham uma visão alargada e continuamente expansiva no que toca às possibilidades materiais e rítmicas da percussão. O concerto terá lugar no Auditório Ilídio Pinho, na Universidade Católica do Porto pelas 19h30. João Pais Filipe, nascido no Porto nos anos 80, é baterista, percussionista e escultor sonoro. Como artista solo, caracteriza-se por perseguir uma exploração das tensões que podem ser criadas entre o mecânico e o orgânico, a repetição e o loop, e a pista de dança e o mantra. Já Jorge…

  • Gastronomia em Alta,  Notícias em Alta

    Hard Rock Café – Lionel Messi

    Gosto de ir ao Hard Rock  Cafe. Come-se um hambúrguer e ficamos satisfeitos. Agora o Hard Rock Cafe desafiou Lionel Messi a criar um hambúrguer. O jogador de futebol argentino, aceitou o desafio e elegeu os três ingredientes da nova proposta gastronómica que a popular cadeia de restauração norte-americana está a comercializar em todos os restaurantes do grupo desde o início do mês.  Ele escolheu três ingredientes, um argentino, um espanhol e um molho, diz o chef Chakall, o embaixador deste novo lançamento em Portugal. Além de dois suculentos hambúrgueres de carne picada, temperados e grelhados na perfeição, servidos num pão brioche torrado com alface romana desfiada, tomate amadurecido em vinagre e cebola roxa caramelizada, o Messi Burger inclui um molho especial fumado e rodelas de chouriço ibérico e provolone italiano. Chacall nasceu  em Tigre, na província de Buenos Aires, em 1972 e anda há muitos anos por Portugal.  O…

  • Notícias em Alta

    o novo disco de Fernando Cunha “A linha do tempo”

    Toda a gente que gosta de música pop rock, conhece o Fernando Cunha.  Foi um dos fundadores dos Delfins, Ar de Rock e dos Resistência. Fui aos dois concertos dos Resistência e la o vi muito direito, vestido de preto com o seu boné  a dedilhar a sua guitarra. Tem uma voz característica que a mim me parece um pouco aguda e por isso mesmo diferente. Tem uma bela dicção e faz sair as palavras como balas. A voz é espetacular e é muito aplaudido quando nos apercebemos que ele se  prepara para cantar. Agora está prestes a lançar um novo trabalho com o nome de “A linha do  tempo”. Neste novo Álbum dará a voz, a guitarra elétrica, acústica e baixa e mexe nos sintetizadores. É um disco masterizado em Inglaterra e até agora só podemos ouvir o single “A Máscara”, já disponível em todas as plataformas digitais. A…

  • Notícias em Alta

    Unkind

    O Filipe Faustino, teve a ideia na cabeça em 2006, por isso esta história já tem mais de 10 anos. Estou a falar de uma loja com uma variedade de de T-shirts e merchandise todas ligadas a música Rock. E que bela loja!    Fundada em Paço de Arcos, a Unkind é uma loja on-line, mas desde 2014 o seu armazém está aberto ao público, para se poder comprar.   O proprietário,  gosta   de sentir a música, e gosta de vestir a música. Tem razão quando diz que muito de nós usamos roupa com o nome da marca de que gostamos, então porque não usarmos  também roupa da música ou da banda que ouvimos e gostamos.   O lema da loja é: sente a tua música, veste a tua música.  Como dizem os  AC/DC: “For those about to Rock… We salute you!”  A Unkind tem como objectivo, oferecer uma das melhores seleções de merchandise oficial de música, em Portugal, dedicada aos verdadeiros fãs.  Tem  também um serviço de informação dedicada à música e…

  • Notícias em Alta

    Xutos e Pontapés ao vivo no Porto

    Meti-me  num comboio e fui até ao Porto. A intenção foi ir ver o concerto dos Xutos. Casa cheia e os fãnsocas cheios de entusiasmo com as músicas e as letras que conhecem do cor. Estive atenta às letras e às palavras não são postas à toa. A minha música preferida foi sempre “No quarto de Candy” que me emociona e me arrepia. Os Xutos são diferentes. Com as suas músicas com um refrão forte, com a guitarra solo do João  Cabeleira a fazer magia, o baixo do Tim a entrar  pelos ouvidos, a bateria sincopada do Calu e o saxofone do Gui isto tudo misturado fazem uma bela combinação de música. A mítica banda portuguesa de rock deu um magnífico concerto onde não faltaram  todos os grandes êxitos de 40 anos de história.  Desta vez, os Xutos desafiaram o maestro Osvaldo Ferreira e a Orquestra Filarmónica Portuguesa a subir…