Coisas Boas em Alta
Carros em Alta

Renault Master Van H2-Tech- Movido a hidrogénio

Movido a hidrogénio

Ponto prévio: considero que a “moda” dos veículos eléctricos irá passar a dentro de alguns anos.

Aliás, esta não é a alternativa ambientalmente sustentável aos automóveis com motor de combustão interna.

Dito isto, acho que a verdadeira alternativa está nos automóveis movidos a hidrogénio, ou melhor os chamados FCEV (fuel cell electric vehicle ou veículo eléctrico a célula de combustível), já que a energia é gerada no próprio carro: o hidrogénio armazenado nos depósitos é injectado na célula de combustível, onde misturado com o oxigénio do ar produz água que sai do escape.


Esta tecnologia, que não é nova tem já vários modelos a circular na Europa como o Toyota Mirai, Hyundai Nexo ou Honda FCV. Ou seja, estes construtores apostam já hoje nesse futuro, enquanto os europeus vão dando alguns passos (tímidos) nesse sentido.

Mas vão começando a surgir novidades nesta área. Exemplo disso é este protótipo da Renault, o furgão Master Van H2-TECH garante zero emissões de CO2, ampla autonomia e tempo de reabastecimento mais rápido.


Estamos em presença de um grande comercial para o transporte de mercadorias e pacotes, com 12m3 de volume de carga e um alcance de até 500km, que estará disponível em 2022. Este Van H2-TECH está equipado com uma pilha de combustível (fuel cell) de 30kW, uma bateria de 33kWh e depósitos com capacidade para 6 kg de hidrogénio (4 depósitos de 1,5 kg).


É resultado de uma parceria entre a marca francesa e a empresa HYVIA, que construiu uma inovadora estação de abastecimento, que garante o pleno enchimento dos depósitos em apenas cinco minutos, ou seja ao nível de um motor térmico.

Estes Postos de Abastecimento de Hidrogénio da HYVIA estarão disponíveis para compra, aluguer ou em leasing, sendo que em França, o Renault Van H2-TECH estará disponível durante o próximo ano e tem como público-alvo, sobretudo, as empresas, grandes frotas e comunidades locais.

Subscreva
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Tem algo a dizer? Comente este artigo!x
()
x